Como evitar Diabetes

Aderir hábitos saudáveis é essencial para evitá-las ou controlá-las, ingerir diariamente verduras e frutas com baixa taxa de açúcar, reduzir o consume de sal, gorduras e açucares, ter controle sobre o peso, não fumar , realizar atividades físicas diárias reservando no mínimo 30 minutos do dia, para tais atividades e acompanhamento médico.

A doença Diabetes mellitus, é causada por má absorção de insulina ou ausência. O pâncreas tem como função produzir esse hormônio, que quebra as moléculas de glicose as transformando em energia, com a finalidade de ser aproveitada por todas as células.

São diferentes tipos de Diabetes sendo elas: Diabetes tipo 1, Diabetes tipo 2, Diabetes gestacional, Diabetes associados a outras patologias como  uso de determinados medicamentos,  pancreatites alcoólicas, dentre outras.

Aderir hábitos saudáveis é essencial para evitá-las ou controlá-las, ingerir diariamente verduras e frutas com baixa taxa de açúcar, reduzir o consume de sal, gorduras e açucares, ter controle sobre o peso, não fumar , realizar atividades físicas diárias reservando no mínimo 30 minutos do dia, para tais atividades e acompanhamento médico.

Aderir hábitos saudáveis é essencial para evitá-las ou controlá-las, ingerir diariamente verduras e frutas com baixa taxa de açúcar, reduzir o consume de sal, gorduras e açucares, ter controle sobre o peso, não fumar , realizar atividades físicas diárias reservando no mínimo 30 minutos do dia, para tais atividades e acompanhamento médico.


São diversas as complicações que podem vir com a doença, problemas arteriais e amputações, doença renal, pé diabético, glaucoma, catarata, retinopatia dentre outras.

Estar disposto a mudar alguns hábitos é importante para a prevenção e também para a diminuição das sequelas decorrentes da diabetes e cooperando para que não haja o desdobramento de novas doenças.

Diabetes tipo 1
A diabetes tipo 1, é resultado da destruição do pâncreas  por conta de de um equivoco do sistema imunológico, ele agredi as células betas assim impedindo que não haja a liberação de insulina para o corpo, o que resulta em um desencadeamento de desordens no organismo, como a oxigenação dos órgãos é comprometida por conta de placas e lesões nos vasos sanguíneos promovendo o risco de AVCs e infartos.  

Falência renal, neuropatia periférica, avarias no tecido do fundo ocular e na retina desencadeando uma cegueira e a não cicatrização que pode resultar na amputação de membros por conta de feridas não perceptíveis na pele.

Dentre as diferentes modalidades da diabetes esta é responsável por 10% dos casos.

Sintomas da doença


Diminuição exacerbada do peso

Não cicatrização de feridas e machucados

Sensação de formigamento nos pés e pernas

Fungos nas unhas  

Boca seca

Sede incessante

O tratamento exige mudanças no estilo de vida , começando por o monitoramento do açúcar, sendo fundamental ter uma dieta balanceada e saudável, a recomendação é priorizar alimentos de base integral, alimentando-se regularmente em uma média de cinco a seis refeições por dia e evitando longos períodos sem ingerir nada. Lembre-se que é necessário procurar um profissional para montar sua dieta e garantir que a mesma será realizada de maneira correta.

Essa doença exige que diariamente o individuo tenha a aplicação das doses de insulina.

O tratamento exige mudanças no estilo de vida , começando por o monitoramento do açúcar.

Diabetes tipo 2

Entre os tipos de diabetes a tipo 2 é a que mais atinge  a população, ela também tem como característica o excesso de açúcar no sangue, entretanto há a mudança da causa, sendo a resistência à insulina que tem como função inserir a glicose na células se tornando responsável pelo desenvolvimento da doença.

Quando o pâncreas tem a percepção que sua produção não está sendo eficiente mesmo estando na quantidade correta ele começa uma super produção o que o sobrecarrega resultando o inicio da falha das células, parando de conseguir realizar sua função deixando a brecha para que haja elevação do açúcar no sangue. As complicações e tratamentos são iguais a do tipo 1.

Diabetes gestacional

Diabetes Gestacional

A produção hormonal passa por mudanças durante o período da gravidez, devido a adaptação do corpo com o bebê. As chances de a criança nascer com macrossomia fetal, quando a mãe desenvolve diabetes durante a gestação s maiores em conseqüência da quantidade excessiva de glicose que ele foi exposto, e essa não é a única complicação ligada a doença, ela impacta até mesmo na vida adulta tornando maior a propensão de obesidade e diabetes, e também traz riscos para a mãe com o risco de um parto traumático.

Ela não avisa que está acontecendo, e pode atingir qualquer mulher em qualquer idade.

Os diferentes tipos de diabetes estão presentes no cotidiano brasileiro , onde o diagnóstico está presente na rotina de 8,9% da população, e 50% das pessoas que possuem essa doença não são diagnosticadas segundo o Ministério da Saúde.
Procurar ajuda profissional é imprescindível para prevenir ou tratar a doença.