Prevenção de doenças cardiovasculares como posso realizá-la?

Prevenção de doenças cardiovasculares como posso realizá-la?

A prevenção de doenças é uma construção diária, e isso não muda quando falamos das doenças cardiovasculares onde o assunto é bem minucioso.

Cada caso tem suas particularidades, todavia as doenças que infringem nossos corpos têm uma ligação direta com nossos hábitos e estilo de vida, as doenças cardiovasculares não são exclusivas de quem tem um histórico familiar com as mesmas, e ter um histórico familiar de infartos, por exemplo, não se torna uma regra onde você também terá a doença.

Aderir hábitos saudáveis diminui a relevância da aparição de avarias e doenças cardiovasculares.

Segundo a Secretária de Estado da Saúde do Governo do Estado de São Paulo, uma alimentação equilibrada diminui em 30% as chances de infarto.

Todos os alimentos têm uma funcionalidade prestando uma colaboração diferente a nosso corpo, é fundamental ter uma alimentação balanceada e variada em porções corretas.

Não há necessidade de eliminar todos os fast-food da sua vida ou comidas pré prontas, mas é necessário evitar a ingestão dos mesmos, não os tornando parte da sua rotina e sim um escape dela eventualmente.

Vitaminas do complexo B, fibras e carboidratos fornecem energia e podem ser encontrados em pães, cereais, raízes e tubérculos. A preferência ao ingerir pães, massas, e arroz é que sejam produzidos com farinhas integrais.

Os alimentos responsáveis em construir e restaurar tecidos do organismo são fontes de ferro, proteína, e outros minerais. Como exemplo, temos os feijões, leguminosas, lentilha, ovos, aves, ervilhas e carnes. Leite e derivados são fontes de proteína e cálcio.

Frutas, legumes e verduras são fontes de sais minerais, fibras e vitaminas regulando o organismo e seu bom funcionamento.

Os óleos, açucares, e gorduras também podem ser ingeridos dentro de uma dieta balanceada, uma vez que as gorduras são ricas em ácidos graxos, energia e vitamina E. Como elas podem ser uma bomba calórica é recomendado que seu consumo seja reduzido em uma vez ao dia.

A prevenção de doenças é uma construção diária, e isso não muda quando falamos das doenças cardiovasculares onde o assunto é bem minucioso. Cada caso tem suas particularidades, todavia as doenças que infringem nossos corpos têm uma ligação direta com nossos hábitos e estilo de vida, as doenças cardiovasculares não são exclusivas de quem tem um histórico familiar com as mesmas, e ter um histórico familiar de infartos, por exemplo, não se torna uma regra onde você também terá a doença. Aderir hábitos saudáveis diminui a relevância da aparição de avarias e doenças cardiovasculares. Segundo a Secretária de Estado da Saúde do Governo do Estado de São Paulo, uma alimentação equilibrada diminui em 30% as chances de infarto. Todos os alimentos têm uma funcionalidade prestando uma colaboração diferente a nosso corpo, é fundamental ter uma alimentação balanceada e variada em porções corretas. Não há necessidade de eliminar todos os fast-food da sua vida ou comidas pré prontas, mas é necessário evitar a ingestão dos mesmos, não os tornando parte da sua rotina e sim um escape dela eventualmente. Vitaminas do complexo B, fibras e carboidratos fornecem energia e podem ser encontrados em pães, cereais, raízes e tubérculos. A preferência ao ingerir pães, massas, e arroz é que sejam produzidos com farinhas integrais. Os alimentos responsáveis em construir e restaurar tecidos do organismo são fontes de ferro, proteína, e outros minerais. Como exemplo, temos os feijões, leguminosas, lentilha, ovos, aves, ervilhas e carnes. Leite e derivados são fontes de proteína e cálcio. Frutas, legumes e verduras são fontes de sais minerais, fibras e vitaminas regulando o organismo e seu bom funcionamento. Os óleos, açucares, e gorduras também podem ser ingeridos dentro de uma dieta balanceada, uma vez que as gorduras são ricas em ácidos graxos, energia e vitamina E. Como elas podem ser uma bomba calórica é recomendado que seu consumo seja reduzido em uma vez ao dia.

O cigarro contém em média 4.720 substâncias químicas prejudiciais à saúde, ao menos 60 dessas substancias são cancerígenas e tóxicas ao pulmão. O fumante tem 30% de chances a mais de ter um ataque cardíaco e as chances de derrame são 200% maiores.

Parar de fumar não é uma das coisas mais simples a serem feitas, mas não é impossível procurar ajuda profissional é um grande passo.

As chances de ataque cardíaco podem ser reduzidas em até 14%, quando se prática exercícios físicos com frequência. Mudanças mo estilo de vida são sempre interessantes, não evite as escadas, saia caminhar (levar seu animalzinho de estimação pode ser um estímulo), evite utilizar do carro para saídas curtas, evite atividades monótonas que não exigem movimentação do corpo, saia para dançar, existem diferentes atividades para a movimentação do corpo, não importa qual você vai escolher o importante é não ser sedentário.

Movimentar-se aumenta a força muscular, queima calorias, diminui o estresse ajudando a controlar ansiedade e a depressão, eleva a qualidade do sono, expande a competência do pulmão, dentre outras melhorias para o bem-estar.

É indicado que os exercícios sejam realizados diariamente, com uma duração média de 30 minutos se tornando um hábito.

Adquirir práticas relaxantes também uma alternativa de prevenção, reduzir o estresse pode ajudar no tratamento de obesidade, diabetes, pressão alta, aumento do colesterol e do fumo.

As atividades físicas são ótimas alternativas de válvula de escape dos gatilhos de estresse que vão se acumulando no dia-a-dia.

O cigarro contém em média 4.720 substâncias químicas prejudiciais à saúde, ao menos 60 dessas substancias são cancerígenas e tóxicas ao pulmão. O fumante tem 30% de chances a mais de ter um ataque cardíaco e as chances de derrame são 200% maiores.  Parar de fumar não é uma das coisas mais simples a serem feitas, mas não é impossível procurar ajuda profissional é um grande passo.    As chances de ataque cardíaco podem ser reduzidas em até 14%, quando se prática exercícios físicos com frequência. Mudanças mo estilo de vida são sempre interessantes, não evite as escadas, saia caminhar (levar seu animalzinho de estimação pode ser um estímulo), evite utilizar do carro para saídas curtas, evite atividades monótonas que não exigem movimentação do corpo, saia para dançar, existem diferentes atividades para a movimentação do corpo, não importa qual você vai escolher o importante é não ser sedentário.  Movimentar-se aumenta a força muscular, queima calorias, diminui o estresse ajudando a controlar ansiedade e a depressão, eleva a qualidade do sono, expande a competência do pulmão, dentre outras melhorias para o bem-estar.  É indicado que os exercícios sejam realizados diariamente, com uma duração média de 30 minutos se tornando um hábito.  Adquirir práticas relaxantes também uma alternativa de prevenção, reduzir o estresse pode ajudar no tratamento de obesidade, diabetes, pressão alta, aumento do colesterol e do fumo.  As atividades físicas são ótimas alternativas de válvula de escape dos gatilhos de estresse que vão se acumulando no dia-a-dia.

Mudar os hábitos para obter uma qualidade de vida estável é importante, entretanto não anula a necessidade de check-ups, pois é através deles que os sinais do corpo são entendidos e pode-se eliminar as possibilidades de doenças ou detectá-las e dar o início para o tratamento antes da situação se agravar.

A obesidade pode trazer grandes problemas ao coração, ela significa que há uma grande quantia de gordura acumulada no corpo. O que resulta é essa situação é a ingestão de uma quantidade de comida que ultrapassa a quantidade de calorias que seu corpo queima, toda comida ingerida é revertida como energia, entretanto quando ela não é utilizada ela se transforma em gordura. A obesidade também é uma porta de entrada para outras doenças, podendo acarretar diabetes, elevação do nível de colesterol, infarto, o aumento das chances de problemas ortopédicos, respiratórios e dermatológicos.

Outro fator que pode influenciar nas doenças cardiovasculares é a hipertensão. O coração tem a importante função de bombear o sangue para o corpo todo, quando o coração precisa se esforçar ainda mais ele se sobrecarrega, devido à redução do tamanho das artérias.
 
A pressão alta pode ser controlada desde que os hábitos saudáveis sejam adotados.

Para cuidar do coração é importante mudar a rotina e se adaptar a hábitos suaves.

Seu coração estará saudável nos próximos anos se baseando em seus atuais hábitos?